• Elofy

A Transformação Digital e o RH Ágil

Atualizado: Jul 3



O conceito de RH ágil emergiu novamente com força nos últimos meses como efeito da transformação digital forçada pela pandemia. A verdade é que, mais do que nunca, se percebeu como a cultura ágil é um diferencial muito competitivo em um mundo que já era e se torna cada vez mais V.U.C.A.


V.U.C.A é uma sigla em inglês utilizada para definir os novos componentes e características, tanto da sociedade quanto das organizações. A compreensão dessas dinâmicas ajuda o RH a visualizar oportunidades, além de auxiliar em melhores práticas para reagir efetivamente ao nosso atual cenário.


  • Volatilidade (volatility): lidar com o inesperado exige visão para reagir à velocidade com que as mudanças ocorrem.


  • Incerteza (uncertainty): as soluções de hoje dificilmente serão aplicáveis aos problemas futuros. Por esta razão, o entendimento diante da falta de certezas é fundamental.


  • Complexidade (complexity): diversos fatores externos e internos podem afetar um negócio, o que torna decisivo agir com clareza frente a isso.


  • Ambiguidade (ambiguity): o novo cenário deixa margem para interpretações diversas, salientando-se a importância da agilidade ao lidar com realidades e desafios alternativos.


Situações como a que estamos vivendo mostram que, em um mundo onde quase tudo pode mudar rapidamente ou ser copiado pela concorrência, o diferencial cada vez mais se encontra na cultura de trabalho e nas pessoas que trabalham nas organizações.


Organizações ágeis não são apenas as que tem crescimento exponencial, mas as empresas onde os conceitos de agilidade são tão fortes que as tornam resilientes e capazes de se reinventar rapidamente em um contexto caótico.


Se redesenhar a cultura empresarial e investir na formação de pessoas que liderem a transformação ágil e digital já era um desafio por si só, imagine fazer tudo isso numa tacada só e ainda ter que lidar com todos outros efeitos colaterais da pandemia?


Pense na cultura ágil como tudo aquilo que tem trazido impacto aos processos empresariais nos últimos meses: trabalho remoto, novos valores que emergem na sociedade em situações de crise e que transbordam para dentro da empresa, segurança física e psicológica dos colaboradores e demais elementos que podem ser levados em conta neste momento.


No atual cenário, em que temas como transformação digital e organizações ágeis voltam com força, vale a pena relembrar os princípios do Manifesto do RH ágil:


1. Redes colaborativas mais do que estruturas hierárquicas

2. Transparência mais do que sigilo

3. Adaptabilidade mais do que prescrição

4. Inspirar e comprometer-se mais do que gerenciar e reter

5. Motivação intrínseca mais do que recompensas extrínsecas

6. Ambição mais do que obrigação


Ainda que o futuro seja mais incerto e ambivalente do que jamais se imaginou, uma coisa é certa: o caminho para a transformação digital é menos sobre tecnologia e mais sobre pessoas. Adaptar-se às mudanças exige foco na qualificação e aprimoramento, de forma a desenvolver uma nova geração de skills.


Como estar preparado para tantas mudanças?


  • Coloque as pessoas em primeiro lugar: antes de investir em tecnologia, os líderes devem primeiro pensar em investir nas pessoas que podem tornar essa tecnologia útil.


  • Foco nas soft skills: como ninguém sabe quais serão as principais habilidades futuras, a melhor ação é apostar nas pessoas com maior probabilidade de desenvolvê-las. Para isso, o caminho é selecionar pessoas com high learnability (alta capacidade de aprendizagem) e combinar seus interesses com as habilidades sob demanda.


  • Inicie a mudança do topo: no contexto das transformações digitais, a principal implicação é que você não pode esperar grandes mudanças ou atualizações para sua organização, a menos que comece selecionando e desenvolvendo seus principais líderes nesse sentido. 


  • Certifique-se de que você está agindo nos insights de dados: a principal vantagem competitiva não é dispor de toda tecnologia, mas possuir uma cultura data-driven e as habilidades necessárias para obter insights significativos e, dessa forma, agir com base neles. 


Para se ter uma ideia de como o conceito ágil está impactando no formato de trabalho dentro das organizações, observe os principais pontos adotados pelo RH nesse processo de transformação, de acordo com o artigo HR Goes Agile:


  • Avaliação de desempenho: aqui o foco está em fornecer feedback mais imediato ao longo do ano, para que as equipes possam se tornar mais ágeis, corrigir os erros de curso, melhorar o desempenho e aprender com a iteração - todos os principais princípios ágeis.


  • Coaching: as empresas que adotam com mais eficácia as práticas ágeis de talento investem em aprimorar as habilidades de coaching dos gerentes. 


  • Times: o RH tradicional se concentrava nos indivíduos - seus objetivos, desempenho e necessidades - mas, agora, com tantas empresas organizando seu trabalho por projetos, seus sistemas de gerenciamento e talento estão tornando-se mais focados na equipe. Isso causa algumas transformações:


- Feedback multidirecional: em um ambiente ágil, o feedback dos colegas é essencial para as correções de curso e o desenvolvimento de todos, visto que, os membros da equipe sabem melhor do que ninguém no que cada pessoa contribui. Além disso, nas organizações ágeis, o feedback dos funcionários para os líderes e supervisores de equipe também é altamente valorizado.


- Direitos de decisão da linha de frentea mudança fundamental em relação às equipes também afeta os direitos de decisão: as organizações estão direcionando estes direitos para a linha de frente, equipando e capacitando os funcionários a operar de forma mais independente.


- Dinâmica de equipe complexapor fim, como o papel do supervisor não é apenas de administrar os indivíduo, mas promover uma dinâmica de equipe produtiva e saudável, as pessoas também precisam de ajuda com isso.


  • Compensação: pesquisas e práticas demonstraram que a compensação funciona melhor como motivador quando ocorre o mais rápido possível após o comportamento desejado. As recompensas instantâneas reforçam o feedback instantâneo de uma maneira poderosa, enquanto que aumentos anuais baseados em mérito são menos eficazes, pelo tempo decorrido. A compensação também está sendo usada para reforçar valores ágeis, como aprendizado e compartilhamento de conhecimento.


  • Recrutamento: com as melhorias ocorridas na economia mundial, ao longo do tempo, o recrutamento e a contratação tornaram-se mais urgentes e ágeis.


  • Aprendizado e desenvolvimento: as abordagens mais recentes utilizam a análise de dados para identificar as habilidades necessárias para determinados trabalhos e, em sequência, sugerem aos funcionários quais tipos de treinamento e trabalhos fazem sentido para eles, tendo em vista suas experiências e interesses.


#Brainstorm


  1. Já parou para pensar o quão ágil sua cultura tem se mostrado para se adaptar ao cenário de transformação intensa?

  2. Qual é o nível de coerência entre aquilo que sua cultura sempre apresentou ser e agora, em uma situação de crise?

  3. De que forma as decisões da sua empresa estão e irão impactar na sua cultura?

  4. Como os novos valores emergentes na sociedade dialogam com os valores da sua empresa?

  5. Quão resiliente ou frágil tem se mostrado sua cultura em tempos de crise?

  6. De que forma o trabalho remoto irá se relacionar com seu modelo de trabalho quando tivermos superado a pandemia?


O fato é que a mudança para o trabalho remoto já traz, em si, uma série de novas competências e comportamentos esperados para uma empresa - inclui-se, aqui, o mindset ágil. Além disso, o próprio momento de dificuldade que muitas empresas estão vivendo reordenam, quando não viram de cabeça pra baixo, muitas das prioridades em relação aos comportamentos e competências esperadas. 


Se sua empresa faz avaliação de desempenho e usa competências para avaliar as pessoas, será que este é o momento ideal para realizar uma avaliação de desempenho? Ou seria o momento de avaliar sua própria avaliação de desempenho? 

Como tudo é muito recente, talvez mais importante do que avaliar, seja escutar as pessoas e entender como adaptar o modelo de trabalho remoto à cultura da sua empresa e verificar quais novos valores emergiram neste período de pandemia.



Software de Gestão do desempenho, modo ágil, que ajuda o RH a alinhar,

desenvolver, reconhecer e engajar as pessoas.

Redes sociais

Facebook

Linkedin 

Instagram

quero@elofy.com.br

+55 51 30720087

Feito com ♥ pela Elofy.